sexta-feira, 11 de agosto de 2017

Ciro Gomes: “Uma chapa com Haddad em 2018 seria o ‘dream team’”

Ciro Gomes está em plena pré-campanha rumo às eleições presidenciais de 2018. Agora abrigado no PDT, o ex-ministro e ex-governador do Ceará preenche sua agenda com debates em universidades e visitas a meios de imprensa, tudo para criar, ele diz, uma "corrente de opinião" capaz de levá-lo ao posto de candidato preferencial do campo progressista _de preferência sem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no páreo.

Numa tarde de junho, o pré-candidato recebeu uma equipe de reportagem da sucursal brasileira do jornal espanhol EL PAÍS em seu apartamento no bairro de Santa Cecília, em São Paulo, por mais de duas horas. 

Jamais perdeu o pulso na conversa em que não faltaram defesas detalhadas de seus planos de reindustrialização e reformas nem suas típicas diatribes. Os alvos foram o prefeito de São Paulo, João Doria, ambientalistas "aproveitadores" e, emulando o líder histórico do seu atual partido, Leonel Brizola (1922-2004), a TV Globo.

"Vou fazer 60 anos em novembro. Veja que não me apeguei aos 59. Tenho felicidades. Eu sou um cara feliz", disse o ex-ministro, que só se queixa da distância do filho temporão. Gael, com pouco menos de dois anos de idade, segue morando no Ceará.

Clique AQUI e confira a entrevista completa dada a sucursal brasileiro do jornal espanhol El País