quinta-feira, 10 de agosto de 2017

Ceará gerou 1.871 postos de trabalho, em julho

Em julho, o Ceará registrou uma expansão do emprego formal, com a criação de 1.871 postos de trabalho, de acordo com os dados preliminares do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED), divulgado hoje, (9/8), pelo Ministério do Trabalho. O crescimento resultou de 31.310 admissões e de 29.439 desligamentos e foi o quinto melhor desempenho do país, atrás somente de São Paulo, Mato Grosso, Goiás e Amazonas.

Em relação aos setores, a elevação registrada em julho deveu-se aos resultados positivos do Serviços (1.388 postos), Agropecuária (592 postos) e Comércio (254 postos). Entretanto, setores como Indústria (-155 postos) e Construção Civil (-269 postos) registraram uma elevação dos desligamentos.

O setor de Serviços, grande destaque para o período, registrou seu saldo positivo, principalmente, pelo subsetor de Comércio e administração de imóveis, valores mobiliários, serviço técnico que registrou 1.098 novos postos de trabalho para o período.