sexta-feira, 7 de julho de 2017

Tasso diz que Rodrigo Maia tem condição de dar estabilidade ao país

O presidente interino do PSDB, senador Tasso Jereissati (CE), defendeu nessa quinta-feira que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), reúna as condições necessárias para promover estabilidade no país. Tasso afirmou que o governo de Michel Temer está “chegando na ingovernabilidade” e disse ainda ver espaço para uma renúncia negociada do presidente da República.

— Rodrigo Maia tem condições de juntar os partidos ao redor de um nível mínimo de estabilidade que o país precisa. Estamos chegando na ingovernabilidade e tem que haver agora um acordo para dar estabilidade mínima para se chegar a 2018 — afirmou Tasso.

Caso a Câmara aprove a denúncia apresentada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e o Supremo Tribunal Federal (STF) também a aceite, tornando Temer réu, ele é afastado do cargo e quem assume a presidência da República, provisoriamente, é Rodrigo Maia.
  
O tucano reforçou o discurso pelo desembarque do governo e afirmou que “os fatos” devem levar à saída do PSDB da base de sustentação de Temer. Ele disse que, mesmo que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) volte a assumir a presidência do partido, a permanência na base não deve ocorrer.

— Ninguém faz pressão contra os fatos. Os fatos estão aí e está na hora de encontrarmos estabilidade. Não dá mais para vivermos dessa maneira — pontuou o tucano.

O tucano falou ainda sobre a delação que o ex-presidente da Câmara, o deputado cassado Eduardo Cunha deve fazer. Disse que, se isto de fato ocorrer, será um semestre “terrível” para todos.

(com informações d’ O Globo)