quinta-feira, 6 de julho de 2017

Reação tardia: Itamaraty se queixa do tratamento hostil na Noruega

Após a visita a Oslo, no fim de junho, quando a comitiva do presidente Michel Temer foi humilhada pelos anfitriões, o Ministério das Relações Exteriores finalmente tomou uma atitude: convocou a embaixadora da Noruega em Brasília, Aud Marit Wiig, para uma queixa formal pelo tratamento mal-educado a Temer pelos noruegueses. Em diplomacia, convocar embaixador é um dos sinais mais graves de desagrado.

Procurada, a embaixadora Aud Marit Wiig se recusou a falar: “Não há comentários a fazer sore o assunto”, informou por sua assessoria. Além de registrar repúdio do governo, a convocação da embaixadora sinaliza a deterioração das relações entre os dois países. Na visita de Temer, o governo norueguês acusou o “aumento” do desmatamento. Fato que, admitiu depois, não havia confirmado.

Enquanto isso a mineradora Hydro do Brasil - Nork Hydro - de propriedade estatal da Noruega, que explora bauxita em Paragominas, polui rios e devasta a Amazônia.

Fonte: Diário do Poder/ BSB