quinta-feira, 13 de julho de 2017

Maia quer quórum de 450 deputados para votar denúncia no plenário

Em conversas reservadas, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), tem dito a aliados que será preciso pelo menos um quórum de 450 deputados para colocar em votação no plenário a denúncia contra o presidente Michel Temer por corrupção passiva.

Nessas mesmas conversas, Maia tem ressaltado que ficaria numa situação muito difícil se colocasse uma matéria tão importante para votação com uma baixa presença de parlamentares.

Essa posição de Maia tem preocupado o Palácio do Planalto. Isso porque o governo faz um esforço para colocar a matéria em votação o mais rápido possível, logo depois da tramitação da denúncia na Comissão de Constituição e Justiça.

Na conversa que teve com Rodrigo Maia, Temer deixou claro que gostaria de finalizar a primeira denúncia ainda no mês de junho. Para isso, a estratégia do governo é de não votar a lei de diretrizes orçamentárias, e com isso, evitar o recesso parlamentar.

Fonte: Blog do Gerson Camarotti | G1