terça-feira, 13 de junho de 2017

Possível delação de Did Machado está causando pânico entre figurões de Brasilia

Mesmo com o foro privilegiado, muitos congressistas estão sob a expectativa de ter suas prisões decretadas a qualquer momento pelo ministro Edson Fachin, relator da Lava-Jato no STF. A Procuradoria Geral da República já solicitou a prisão de alguns investigados do PMDB. Informações do jornalista Cláudio Humberto confirmaram que Fachin estaria buscando apoio dos colegas do STF para concretizar sua decisão.

Fontes próximas à PGR garantem que “há muito a ser revelado” e de teor “ainda mais grave” contra Michel Temer.

O operador financeiro Expedito Machado Neto, o “Did” é o principal “laranja” de políticos corruptos, e um suposto acordo de delação premiada de Expedito está causando pânico na cúpula do PMDB. Alguns figurões já sabem que não escaparão da cadeia.

Did [que é filho do delator Sérgio Machado] ofereceu aos investigadores da Operação Lava Jato o caminho do dinheiro roubado da Transpetro, subsidiária da Petrobras, presidida pelo pai de Did pelo período de 11 anos.

O relator da Lava Jato no STF é o responsável por homologar a delação de pai e filho, que inclui também a devolução dos recursos desviados por Expedito e seu pai, Sérgio. Os números poderão chegar a centenas de milhões.

Fonte: Diário do Brasil