quinta-feira, 22 de junho de 2017

Para Maia, 'recall' de presidente gera instabilidade e não passa na Câmara

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), criticou nesta quinta-feira (22), a proposta de emenda à Constituição que abre a possibilidade de revogar o mandato presidencial por vontade popular.

A proposta foi aprovada na Comissão de Constituição e Justiça do Senado nessa quarta-feira. Agora, precisa ser aprovada em plenário em dois turnos e ainda segue para a Câmara dos Deputados. Para Maia, a proposta não vai avançar na Câmara. Ele avalia que a aprovação da proposta cria "fragilidade" e um cenário de "instabilidade" para o presidente em exercício que for questionado.

O presidente da Câmara defende que, no lugar da proposta, seja discutido o parlamentarismo para o Brasil.

(com informações do Portal G1)