sábado, 24 de junho de 2017

Moro rebate pedido de defesa de Lula por acesso a delações da OAS

O juiz federal Sergio Moro rebateu um pedido feito pelos advogados do ex-presidente Lula para que eles tenham acesso às delações premiadas feitas pelo ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro, e o ex-diretor internacional da construtora Agenor Franklin Magalhães Medeiros.

“As informações disponíveis ao Juízo é que a suposta colaboração das duas referidas pessoas ainda se encontra na fase de tratativas entre eles, seus defensores e a Procuradoria Geral da República”, disse Moro.

“Então não há acordo de colaboração formalizado ou depoimentos tomados, com o que a Defesa pretende acesso a elementos que não ainda existem, o que é de impossível atendimento”, conclui o juiz.

(com informações da Veja Online)