sábado, 24 de junho de 2017

Ceará investiu 684 milhões no PAIC em 10 anos e colocou o estado em 1º lugar no ensino fundamental no país.

Em 2007, apenas 12 municípios do Ceará apresentavam o nível desejável de alfabetização. Com a adesão de todos os 184 municípios do Ceará ao Programa de Aprendizagem na Idade Certa (Mais Paic), hoje este indicador de qualidade da alfabetização atingiu 100% do estado. Em 2007, no segundo ano do ensino fundamental, 32,8% das crianças cearenses de escolas municipais não estavam alfabetizados. Mas o percentual caiu ao longo dos anos e chegou a 0,7% em 2016.

O desempenho foi anunciado nesta quinta-feira, no Centro de Eventos, na comemoração dos 10 anos de criação do Programa de Aprendizagem na Idade Certa (Mais Paic). Na ocasião, o governador Camilo Santana fez a entrega do Prêmio Escola Nota Dez para 265 escolas cearenses que obtiveram melhores resultados em 2016 na alfabetização ao fim do segundo ano; e em Língua Portuguesa e Matemática, ao final do quinto e nono anos do ensino fundamental.

O deputado federal Leônidas Cristino participei da entrega dos prêmios aos prefeitos, com destaque para os prefeitos Ivo Gomes (Sobral - 1º lugar geral), Marfisa Aguiar (Pires Ferreira - 2º lugar geral), Neném do Cazuza (Ipueiras), Osvaldo Neto (Reriutaba), Antonio Fonteles (Meruoca), Joaquim do Quinca (Alcântaras) e Mônica Aguiar (Camocim), que ali estavam com seus secretários de educação, professores e alunos, que fizeram uma grande festa comemorando mais essa vitória