terça-feira, 6 de junho de 2017

Câmara de Vereadores de Sobral recebeu na noite de ontem o comandante da Polícia Militar

Os trabalhos do Legislativo sobralense foram presididos pelo primeiro vice, o vereador Carlos do Calisto, que conduziu a sessão com muita tranquilidade. Dois vereadores fizeram uso da tribuna. Foram eles: o vereador Tiago Ramos e vereador Zé Vital, ambos integrantes do grupo de oposição na Casa.

O vereador Tiago Ramos foi o primeiro a falar, e trouxe uma reclamação sobre a falta de iluminação nas dependências do parque de exposição de Sobral. Segundo o vereador, a escuridão está se espalhando para toda a avenida nas mediações do parque de exposição e tem gerado intranquilidade para quem mora na região ou para quem transita naquela via.  Tiago ramos falou ainda de sua preocupação com empresas que estão deixando a cidade, e destacou a saída da fábrica Coelho para o Município vizinho de Massapê.

O vereador Zé Vital foi o segundo a falar, e criticou as duas últimas gestões no município, destacando a falta de segurança e de emprego na cidade. Ele falou ainda dos projetos que foram desenvolvidos pelo executivo sobralense e que não deram resultados, como a produção de pimenta, de vinho, de avestruz e de veículos.

O ponto alto da sessão foi a presença do comandante do 3° batalhão de sobral, coronel Francisco de Assis. Durante a sua fala, o militar destacou alguns pontos que, segundo ele, vem contribuindo para o aumento da violência na região. Em 1995, por exemplo, havia cerca de 100 policiais militares nas ruas de sobral, a cada dia. Doze anos depois, este contingente é de apenas 45 polícias. 

Acompanhe todos os detalhes no vídeo abaixo:

(com informações do Blog Conexão Notícia)