domingo, 11 de junho de 2017

Arrecadação de ICMS cresce pouco no Ceará

A arrecadação do ICMS cresceu 1,5% no primeiro trimestre de 2017 no Ceará, na comparação com o mesmo trimestre em 2016. O Estado arrecadou R$ 2,6 bilhões entre janeiro e março. Cresceu, mas cresceu menos do que outros quatro estados da região: Sergipe (+5,3%), Paraíba (+5,1%), Pernambuco (+4,5%) e Alagoas (+2,5%).

Aumentos houve também no Rio Grande do Norte (+0,7%) e Piauí (+0,5%). Já o Maranhão (-4,4%) e Bahia (-0,5%) caíram. O motivo foi a queda da arrecadação dos setores de petróleo, combustíveis e lubrificantes e energia.

São dados do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (Etene), do Banco do Nordeste, informações do Banco Central e do Ministério da Fazenda. No Nordeste, o ICMS representou R$ 17,7 bilhões  no trimestre, incremento real de 1,4%. O levantamento completo está no endereço do BNB.

Como bem sentiram Maranhão e Bahia, o setor do petróleo e derivados teve a maior variação negativa da região (-11,8%). Só no Maranhão, drásticos -80,4%. O setor energético teve redução de -10,0%, com maior impacto na Bahia (-19,8%).

Fonte: Blog do Jocélio Leal