sábado, 3 de junho de 2017

A delação que condena também absolve?

A mesma delação da JBS que compromete com provas robustas Michel Temer e Aécio Neves pode acabar livrando Lula e Dilma. Isso por que até agora os delatores não entregaram provas de que os US$ 150 milhões pagos em contas abertas por Joesley Batista na Suíça tiveram saques ou transferências que possam envolver diretamente operadores do PT.

Joesley alega que debitou "virtualmente" o crédito dessas contas com as doações (via caixa 1 e 2) para as campanhas petistas. Mas ainda não há um vínculo direto, o que tornará a acusação juridicamente frágil.

No caso da Odebrecht, além das planilhas, foi possível rastrear depósitos na conta Shellbill de João Santana, o marqueteiro de Dilma.

Resta saber se essa fragilidade na acusação de Joesley contra Lula e Dilma será compensada pela investigação ou se foi proposital, para permitir sua absolvição posterior.

Fonte: O Antagonista