terça-feira, 9 de maio de 2017

Temer caça 325 votos para reforma à previdência

O presidente Michel Temer tem tentado costurar o fechamento de questão das bancadas do PMDB, PSDB, PPS e DEM a favor do projeto de reforma da Previdência que sairá da comissão especial da Câmara. Se esses quatro partidos fecharem questão, o governo tentará convencer outras legendas de sua base a seguir o mesmo caminho.

A ideia é dar um argumento ao deputado perante a sua base eleitoral: o de que votou a favor da reforma obedecendo ao princípio da fidelidade partidária. O outro passo fundamental é chegar a 325 votos listados como seguros.

O plano A de Temer é obter esse fechamento de questão e esses 325 votos ao longo das próximas duas semanas. A intenção é votar até o fim do mês a reforma da Previdência na Câmara em primeiro turno nos dias 24 ou 31 de maio. Para aprovar a reforma, que é constitucional, são necessários 308 votos em dois turnos de votação na Câmara.