quarta-feira, 10 de maio de 2017

Correios esperam normalizar esta semana entregas atrasadas pela greve

Os trabalhadores dos Correios voltaram às atividades nessa terça-feira (9) em quase todo o país, encerrando a greve iniciada no dia 26 de abril. Segundo levantamento feito nessa terça-feira pela empresa, 99,85% do total de empregados está trabalhando.

A empresa diz que estabeleceu ações de contingência para amenizar eventuais impactos à população com a paralisação, como o deslocamento de empregados administrativos para auxiliar na operação, a contratação de mão de obra temporária e a realização de mutirões nos fins de semana. “Na maioria das localidades, a carga em atraso deve ser normalizada ainda esta semana. Nos estados onde ainda houver carga represada, as ações contingenciais continuarão a ser adotadas até que as entregas sejam normalizadas”, informaram os Correios.

Trabalhadores
Para a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), a mobilização fez com que a empresa reconhecesse a força dos trabalhadores. “O recado foi dado à ECT e está claro que os trabalhadores não ficarão calados ao serem submetidos a condições degradantes. Haverá luta a cada sinal de ataque por parte da direção dos Correios, para que sejam mantidos os empregos e por nenhum direito a menos”, diz a nota divulgada pela entidade após o fim da greve.

(com Agências)