terça-feira, 9 de maio de 2017

Base governista cogita pedido de urgência para levar proposta de reforma trabalhista

O governo articula nos bastidores correr com a reforma trabalhista, que acabou de chegar ao Senado. Segundo um líder do governo, a ideia é fechar um acordo com os senadores para que a proposta seja discutida em um único espaço — que pode ser audiência conjunta das três comissões, de Constituição e Justiça (CCJ), de Assuntos Econômicos (CAE) e Assuntos Sociais (CAS) — ou vá direto para o plenário. Neste caso, é preciso contar com 54 votos favoráveis para aprovar a urgência.

(com informações do Blog Sobral de Prima)