sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Novos exames nesta sexta podem confirmar morte cerebral de dona Marisa

A ex-primeira-dama Marisa Letícia, mulher do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, deve passar nesta sexta-feira (3) por novos exames para que os médicos possam constatar se de fato houve morte cerebral.

Dona Marisa não tem fluxo sanguíneo no cérebro, como informou o último boletim médico divulgado às 10h25 desta quinta (2) pelo Hospital Sírio Libanês, onde ela está internada desde que sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico há 10 dias.

A ausência de circulação sanguínea no cérebro da ex-primeira-dama foi verificada após a realização de um exame doppler craniano. Depois do resultado do doppler, a família autorizou o início do procedimento para a doação de órgãos.

O protocolo oficial para a constatação da morte cerebral ainda exige que dois testes sejam realizados. O primeiro deve acontecer às 11h e o segundo, pelo menos seis horas após o primeiro e deve ser feito por outro médico para comprovar a perda definitiva e irreversível das funções cerebrais. Assim, a morte cerebral de dona Marisa Letícia só deverá ser confirmada após as 17h.

A família já autorizou que a ventilação mecânica seja retirada depois da confirmação da morte cerebral.