segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Líder do PDT promete oposição às reformas trabalhista e da Previdência

O PDT tem posição firme quando o assunto é reforma da Previdência: é contra a proposta enviada pelo governo à Câmara dos Deputados. “Nós somos contra mudar a aposentadoria do trabalhador rural. Somos contra igualar a idade da mulher e a do homem para a aposentadoria”, avisa o líder do partido, deputado Weverton Rocha (MA), ao falar das prioridades da legenda para 2017.

Rocha disse ainda que o partido vai se posicionar contrariamente a tudo que retirar direitos da população, como a reforma trabalhista que, segundo ele, é um ajuste para beneficiar o empresariado.

“Todos sabem e têm a consciência de que é preciso discutir a Previdência. Daqui a 25 anos, a população idosa vai aumentar de forma significativa em relação à jovem. É como uma pirâmide de cabeça para baixo. É preciso fazer essa conta corretamente. Há abusos e erros. O PDT é contra a forma como está sendo discutida e colocada para o Congresso. Nós somos contra mudar a aposentadoria do trabalhador rural. Somos contra igualar a idade da mulher e a do homem para a aposentadoria, assim como a idade mínima que está aí proposta”, afirmou.

“Este governo quer colocar um olhar fazendário para a Previdência, e a política previdenciária não é fazendária. É um grande erro. Quando foi instituída a Previdência Social, ela já diz que é social. Ela tem um olhar de seguridade, de garantia. Não pode ser vista como uma conta de mais e menos. Da forma que está, muitos trabalhadores não terão sequer a oportunidade de se aposentar um dia”, completou.

(com informações da Câmara Notícias)

Postar um comentário