quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Lia Gomes cobra coerência ética de Domingos Filho

Vai longe essa novela em torno da extinção do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) , hoje com sobrevida por força de liminar concedida pela presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia.

Depois da troca de farpas entre o autor da emenda que extinguiu o órgão, o deputado estadual Heitor Férrer (PSB) e o presidente do TCM, Domingos Filho, eis que os Ferreira Gomes, apontados como mentores dessa trama, juntamente com o governador Camilo Santana (PT), reagiram. Só que o tiro não saiu da boca de Ciro ou Cid, mas da irmã dos dois, Lia Gomes.

Ao comentar nota de Domingos Filho batendo duro em Heitor e cobrando ética do parlamentar, ela disparou: “Ridículo um sujeito que estava fazendo chantagem com os prefeitos para vencer a eleição na Assembleia vir falar de moralidade. Não tenho paciência pra essa hipocrisia. Aliás, ele (Domingos Filho) disse que ia interpelar o ex-deputado Ivo Gomes para provar essa acusação, mas acho que ele se esqueceu”. 

(com informações d’ O Povo Online)