segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Juíza pede desculpas a Michel Temer ao derrubar nomeação de Moreira Franco

Ainda repercute nas redes sociais e na imprensa nacional, o despacho feito na última quinta-feira (09/02) pela juíza Regina Coeli Formisano, da 6ª Vara de Justiça do Rio de Janeiro, quando, ao suspender a nomeação de Moreira Franco ao cargo de ministro da Secretaria-Geral da Presidência, pediu desculpa ao presidente da República, Michel Temer.

No texto a magistrada pede perdão ao renomado constitucionalista Michel Temer, “pela insurgência, mas por pura lealdade as suas lições de Direito Constitucional. Perdoe-me por ser fiel aos seus ensinamentos ainda gravados na minha memória, mas também nos livros que editou e nos quais estudei”.

E compara Temer a ex-presidente Dilma Rousseff, afirmando não ser coerente, “adotar a mesma postura da ex-presidente impedida e que pretendia também, blindar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva”.

Decisão do STF
O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Celso Mello informou que deve decidir sobre o caso até esta segunda-feira (10).

(com Agências)

Postar um comentário