sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Diretores da Feira do Aprazível rebatem suposições de vereador

Não convidem para a mesma mesa os diretores da Feira do Aprazível, Carlos Alexandre e Vilemar Ribeiro, e o vereador Zé Vital Arruda Linhares. Os feirantes ficaram indignados com as suposições levantadas pelo edil durante sessão ordinária da Câmara Municipal, e relatadas amplamente pela imprensa local, quando foi colocada em cheque a seriedade da contabilidade e das finanças da entidade que gere a Feira.

Em conversa com o Blog Sobral em Revista, Vilemar Ribeiro, disse que a atitude de Zé Vital foi politiqueira, e que seu objetivo era atingir os Ferreira Gomes, pelo fato dos gestores da Feira, terem ligações politicas históricas com Ciro, Cid e Ivo Gomes.

“Nossas contas estão em dia. Lá não tem maracutaia. Se ele (Zé Vital) ou qualquer vereador quiser ver a contabilidade da Associação, que vá lá. É tudo transparente. Temos conselho fiscal, contabilidade e jurídico que atestam a seriedade com que tratamos o dinheiro dos nossos associados.”, disse um raivoso Vilemar.

“O vereador deveria pelo menos ter ido atrás de saber a realidade da Feira. Ele diz que são 800 feirantes. Na verdade, atualmente, devido à crise, pouco mais de 300 estão frequentando, e pagando, as feiras semanais. E os custos não diminuíram. Isso ele não sabe, e nem quis saber” frisou Carlos Alexandre.