quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Camilo Santana quer mobilizar apoio de empresários para ampliar escolas de tempo integral

O governador Camilo Santana planeja envolver o empresariado na sua meta de universalizar o ensino de tempo integral no Ceará, instrumento fundamental para aumentar o nível de aprendizagem e afastar os jovens da criminalidade. A ideia é convocar grupos de empresários para cada um adotar uma nova escola.

Até o final de 2018, Camilo diz que quer dobrar o número atual de escolas. Das 711 escolas, 187 são de tempo integral. A medida também ajudaria a diminuir a evasão escolar. Camilo quer continuar um ritmo que fez o Ceará, em dois anos, diminuir esse índice pela metade: de 20% para 10%.

Essa é a menina dos olhos do governador, que tem conseguido alguns dos seus melhores resultados da gestão justamente na educação. A ideia do governador de mobilizar o empresariado é mais do que válida. Em países avançados, isso é rotina.

Seria, sem dúvida, ótima chance dessa turma, que adora usar a expressão “responsabilidade social”, mostrar, na prática, isenção. Sem ser fiscal.

Fonte: Coluna Vertical, d'O Povo

Postar um comentário