quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

Uma foto para ficar na história...

Que fique registrado nos anais da História: o réu e seu juiz passeando juntos em Portugal em aeronave oficial da Força Aérea Brasileira custeada com recursos públicos.

Gilmar Mendes, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), será o responsável por pautar na agenda do Plenário o julgamento de ação do PSDB que pede a cassação da chapa Dilma-Temer por suposto benefício com recursos de empresas investigadas na Lava Jato durante a campanha eleitoral de 2014. Se o tribunal votar pela cassação, Temer perde o mandato e, pela Constituição Federal, haverá eleição indireta para escolher o novo presidente da República.


Aguardemos pois o desenrolar deste caso.