quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Segunda edição da Revista O Povo Norte desvenda as riquezas naturais de Sobral

A segunda edição da revista O POVO Norte desvenda as grandes riquezas da principal cidade do Noroeste do Ceará, Sobral. Esta, com cerca de 200 mil habitantes e com o segundo maior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Estado, atrás apenas de Fortaleza, tem muitas histórias a serem contadas, como a do tombamento de seu Centro. O arquiteto Antônio Carlos Campelo Costa, responsável por fazer o levantamento e a delimitação de áreas de valor histórico da Cidade que levou ao reconhecimento da área como patrimônio nacional pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), é quem conta tudo na edição.

Os avanços em educação também são abordados em entrevista com Francisco Luciano Feijão. Hoje, aos 75 anos, foi professor de várias gerações sobralenses e fundou uma das instituições de educação mais importantes da Cidade, a escola Luciano Feijão. Hoje, a marca detém faculdade e segue com planos de abertura de novas graduações, em linha com o mercado do polo universitário que se formou na Cidade.

Alunos da Escola de Música de Sobral também abrem o coração para falar da paixão que sentem em tocar um instrumento. A capa, inclusive, traz a aluna Jéssica Palhano, clarinetista de 20 anos, que desde os 13 entrou para a Escola e não saiu mais.
As igrejas de Sobral, grupos de ciclistas da Cidade, novos pubs com “pegada” de rock roll e discussão sobre a influência das mídias sociais em nossas vidas também estão na publicação, que traz também o mercado de rosas e flores de São Benedito, que se reinventa e segue como destaque no mercado nacional.


A Revista O Povo Norte pode ser adquirida nas bancas de Sobral. O conteúdo também estará disponível no portal O Povo Online.