terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Governo do Ceará esclarece sobre patrocínio à Escola de Samba Beija-flor

Em nota divulgada na manhã desta segunda-feira (30), o Governo do Estado do Ceará esclarece que o apoio institucional à Escola de Samba Beija-Flor de Nilópolis, do Rio de Janeiro, não prevê nenhum repasse financeiro. A escola do Grupo Especial vai contar a história da índia Iracema, do romance de José de Alencar, e a lenda do Ceará.

Segue a nota:
“O Governo do Ceará esclarece que o apoio institucional à Escola de Samba Beija-Flor de Nilópolis não prevê nenhum repasse financeiro. A entidade solicitou ao Governo auxílio para que o projeto fosse apresentado à iniciativa privada, além de informações técnicas e históricas para a composição do enredo. Por compreender a importância do evento para a divulgação da cultura e do turismo do Ceará, o Governo presta esse apoio, mas unicamente institucional.”

Quem também se manifestou foi o carnavalesco Fran Sérgio, um dos integrantes da comissão de carnaval da Escola de Samba carioca:
"A escola vem totalmente rústica, com muita palha, capim, cestaria, rendas, trabalho artesanal. Vamos valorizar as culturas indígenas, não só usando esses elementos, mas também chamando a atenção para a dança, a arte e a cultura indígenas. Com a história de Iracema, a Beija-Flor fecha o ciclo das origens do brasileiro. Falamos da África em 2015, dos portugueses e da corte em 2016, e agora vamos falar do índio”