quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

A partir deste ano, instituições de ensino terão mais opções para usar as notas do Enem

As instituições públicas de educação superior que adotam o sistema de seleção unificada (Sisu) para o preenchimento de vagas em cursos de graduação terão, a partir deste ano, mais flexibilidade na utilização das notas do exame nacional do ensino médio (ENEM).

A portaria normativa nº 2/2017, publicada na última quinta-feira, 5, faz alterações na legislação anterior, o que permite ampliar as opções de peso e de notas mínimas estabelecidas pelas instituições referentes às provas do ENEM para a seleção dos candidatos.

A partir de agora, as instituições participantes do Sisu podem exigir dos candidatos, para cada curso e turno ofertado, uma média mínima referente a todas as provas do ENEM ou continuar a indicar uma nota mínima para cada uma das provas. uma terceira opção é um combinado entre essas duas possiblidades. Ou seja, usar a nota mínima por prova e também a média obtida com a soma dessas notas.

(com informações do Blog do ENEM)