sábado, 17 de dezembro de 2016

UFC se destaca no Nordeste ao aprovar 111 projetos na Chamada Universal do CNPq

A Universidade Federal do Ceará aprovou 111 projetos no Edital Universal do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Isso representa 12,1% das ações aprovadas no Nordeste, o que a situa como uma das universidades que mais aprovou projetos na região, ao lado da Universidade Federal de Pernambuco. A Chamada Universal é considerada um dos principais editais do CNPq porque abre espaço tanto para jovens doutores como pesquisadores seniores de todas as regiões do País e em qualquer área do conhecimento. Em todo o Brasil, foram submetidas 21.640 propostas, tendo sido aprovados 4.587 projetos que totalizam investimentos de R$ 188 milhões. Dos projetos aprovados, 917 encontra-se no Nordeste.

No caso específico do Ceará, a UFC concentrou 63% dos projetos aprovados. Em seguida, vieram a Universidade Estadual do Ceará (UECE), com 11%; a Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), com 8%; e Universidade de Fortaleza (Unifor), com 7%.

O CNPq divide os projetos em três faixas: A, com valores até R$ 30 mil; B, até R$ 60 mil; e C, para projetos com custo de até R$ 120 mil. Geralmente, quanto maior o volume de recursos, maior é a experiência e reconhecimento exigido do pesquisador. No caso da UFC, 44% das ações se situam na faixa A, 35% na faixa B e 21% na faixa C.

"O expressivo número de projetos aprovados pelos pesquisadores da UFC no Edital Universal 2016 é mais um indicador de que a instituição se consolida entre as principais do País. A aprovação bem distribuída nas três faixas de financiamento mostra também o perfil competitivo dos pesquisadores da UFC em diferentes estágios da carreira", comemorou o Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Prof. Antonio Gomes Souza Filho.

"Resta-nos parabenizar os pesquisadores pela dedicação à instituição e por serem os verdadeiros protagonistas no desenvolvimento da pesquisa e na formação de recursos humanos que têm contribuído de forma decisiva para os recentes destaques da UFC nos rankings de qualidade", completa.

Veja lista dos pequisadores que tiveram projetos aprovados (AQUI).

Fonte: Portal da UFC