terça-feira, 27 de dezembro de 2016

Mendonça Filho defende fim do ensino noturno no País

O ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM), defendeu o fim do ensino noturno no Brasil. Em entrevista à Rádio Jornal, na manhã de segunda-feira, 26, ele afirmou que a luta é para que os jovens concluam o ensino médio aos 17 anos e não tenham que trabalhar durante o dia e estudar à noite.

“Quando o jovem vai para uma educação noturna ele acumulou deficiências ao longo da vida. Então temos que acabar com a repetência para que ele não acumule defasagem e conclua o ensino médio como a grande maioria, aos 17 anos, e não tenha que se dirigir ao mercado de trabalho”, disse Mendonça Filho.

O ministro ressaltou que o ensino noturno será mantido no País, mesmo assim, pois muitos jovens ainda necessitam conciliar os estudos com o trabalho.

(com informações d’O Povo Online)