sábado, 17 de dezembro de 2016

Leônidas Cristino faz balanço dos quatro anos de gestão de Roberto Cláudio

A missão de administrar a quinta maior cidade do Brasil é mais crítica e desafiadora com a grave crise que o País atravessa, disse o deputado Leônidas Cristino ao avaliar os quatro anos da gestão do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio. Apesar dos problemas e dificuldades enfrentados pelos municípios brasileiros, segundo ele, o gestor apresenta um conjunto de obras realizadas na saúde, educação, mobilidade urbana – e sobretudo gestão -, e em outras áreas da administração.

 “A casa foi arrumada com medidas de redução no custeio, captação de recursos externos, combate à sonegação com adoção de novas tecnologias de controle e aumento da receita. A eficiência na arrecadação não precisou aumentar impostos”, afirmou o deputado.

Leônidas Cristino disse que Roberto Cláudio investiu em 2016, na saúde, 27% do orçamento do Município. A Prefeitura construiu 19 novos postos de saúde, ampliou e reformou mais 70 – e todos eles funcionam em horário integral, das 7 às 19 horas. Foram construídas cinco unidades de Pronto Atendimento, as UPAs, até então inexistentes.

 Na educação, o deputado observa que o melhor resultado vem de fonte externa através do Sistema Permanente de Avaliação da Educação Básica do Ceará (SPAECE) Alfa. Em 2012, apenas 20 escolas de Fortaleza tinham nota satisfatória no SPAECE-ALFA. Em 2015, 146 das 199 escolas do Município avaliadas alçaram o perfil da nota satisfatória.